Fundador da Ordem dos Cavaleiros de Colombo será beatificado

O Papa Francisco reconheceu o milagre realizado pela intercessão do Pe. Michael McGivney, sacerdote diocesano e fundador da Ordem dos Cavaleiros de Colombo, nos Estados Unidos, e que o levará à beatificação.

O Papa autorizou o reconhecimento do milagre de Pe. McGivney após uma reunião realizada em 26 de maio com o Cardeal Angelo Becciu, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos.

Pe. McGivney fundou a Ordem dos Cavaleiros de Colombo em 1882 que, atualmente, é a maior organização de serviço fraternal católico do mundo, com quase 2 milhões de membros em mais de 12 países.

Este sacerdote nasceu em Waterbury, Connecticut (Estados Unidos), em 1852, foi o caçula de 9 irmãos, filho de imigrantes irlandeses.

Foi ordenado em Baltimore em 1877 e foi nomeado vigário da Paróquia de St. Mary, em New Haven, Connecticut, onde serviu principalmente a comunidade irlandês-americana e de imigrantes.

Em um clima anticatólico, o Pe. McGivney fundou a Ordem dos Cavaleiros de Colombo para promover ajuda espiritual e também financeira às famílias que haviam perdido o sustento familiar.

Em um comunicado de imprensa dos Cavaleiros de Colombo, emitido hoje, 27 de maio, asseguraram que o milagre reconhecido pelo Papa Francisco, realizado através da intercessão de Pe. McGivney, está relacionado a um menino que foi curado no ventre de sua mãe que sofria de uma doença mortal em 2015.

A data da beatificação será publicada em breve e ocorrerá em Conectitut (Estados Unidos).

O Cavaleiro Supremo, Carl A. Anderson, assegurou que “Pe. McGivney inspirou gerações de homens católicos a arregaçar as mangas e colocar a sua fé em ação. Esteve décadas a frente de seu tempo ao dar aos leigos um papel importante dentro da Igreja”.

“Hoje, seu espírito continua moldando o extraordinário trabalho de caridade dos Cavaleiros, enquanto continuam servindo os marginalizados na sociedade enquanto servia as viúvas e os órfãos na década de 1880”, disse Anderson.

Além disso, destacou que “o Pe. McGivney também continua sendo um importante modelo para os párocos de todo o mundo e nos deixou um legado transformador de cooperação efetiva entre os leigos e o clero”.

A causa de santidade de McGivney foi oficialmente inaugurada em 1997, na Arquidiocese de Hartford, Connecticut. Em 2008, o Papa Bento XVI declarou o sacerdote nascido nos Estados Unidos como Venerável Servo de Deus em reconhecimento à sua vida de virtude heroica.

Após sua beatificação, a causa de McGivney exigirá mais um milagre antes que possa ser considerado para a canonização.

Ele não seria o primeiro membro dos Cavaleiros de Colombo a ser canonizado. Um grupo de seis membros mexicanos da organização foi martirizado durante a Guerra Cristera de 1926-29 e suas consequências. Trata-se de São Luis Batis, São Rodrigo Aguilar, São Miguel de Mora, São Pedro de Jesus Maldonado, São José Maria Robles e São Mateo Correa.

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

Via ACI Digital

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário